500 anos a produzir vinhos

A Empresa:
património e missão


A Quinta de Paços Sociedade Agrícola, Lda.
é uma empresa familiar que explora
o seu património agrícola...

close
A Quinta de Paços Sociedade Agrícola, Lda. é uma empresa familiar que explora o seu património agrícola procurando produzir vinhos de alta qualidade com uma personalidade distinta, resultante duma especial ênfase no seu carácter natural e autêntico.

O património da sociedade é constituído por uma área cerca de 200 hectares, divididos por cinco propriedades no concelho de Barcelos – Casa de Paços - Quinta de Paços, Prazo da Cotovia, Morgadio do Perdigão, Quinta de Vila Meã e Morgadio de Real – e de Monção – Casa do Capitão-Mor - Quinta da Boavista.

No concelho de Barcelos, a Casa de Paços - Quinta de Paços mantém-se há mais de 400 anos e de 15 gerações na mesma família, preservando uma tradição com mais de 4 séculos na produção de vinho na região do Minho.
Na freguesia de Mazedo, concelho de Monção, o Morgadio da Boavista tem a sua primeira referência no século XIV, sendo na altura pertença de Affonso de Novaes, Cavaleiro do Rei D. Dinis. Mais tarde, em 1640, torna-se propriedade do Capitão-Mor de Monção, Francisco Soares de Castro, daí advindo o nome Casa do Capitão-Mor, pelo qual passou a ser conhecido até aos nossos dias.

Vinhos


Casa do Capitão-Mor
Casa de Paços
Morgado do Perdigão

Ficha técnica dos Vinhos

close
Lista de Vinhos

Casa de Paços

Arinto

Casa de Paços

Fernão Pires

Casa de Paços

Loureiro e Arinto

Casa de Paços

Loureiro - Vinho Verde

Casa de Paços

Rosé - Vinho Verde

Casa de Paços

Superior

Casa do Capitão-Mor

Alvarinho

Casa do Capitão-Mor

Reserva-Alvarinho

Morgado do Perdigão

Alvarinho e Loureiro

Prémios


No século XIX, os dois núcleos principais da empresa – a Casa de Paços - Quinta de Paços (Barcelos) e a Casa do Capitão-Mor - Quinta
da Boavista (Monção)...

Referências
na Imprensa


Casa de Paços


A Casa de Paços deve o seu nome provavelmente a um antigo paço (lat. palatiu, também chamado lat. villa do tempo em que a freguesia de Stª Eulália de Rio Côvo...

close
A Casa de Paços deve o seu nome provavelmente a um antigo paço (lat. palatiu, também chamado lat. villa) do tempo em que a freguesia de Stª Eulália de Rio Côvo seria uma estância termal romana. Parte do que é hoje a propriedade pertenceu à Comenda de Chavão da Ordem de Malta, mas mantém-se há mais de 400 anos (desde o século XVI) e de 15 gerações na mesma família, os Silvas de Rio Covo, assim designados pelo genealogista Felgueiras Gayo, ele próprio descendente desta Casa.

Esta família uniu-se matrimonialmente com os Fonsecas de Amins, dando origem à família Silva Fonseca, que ao longo do tempo veio a unir-se por matrimónio aos Teixeiras de Barros (Morgados do Perdigão), assim como aos seus parentes Pereiras da Fonseca Vilas-Boas (Morgados de Real), aos Viscondes da Barrosa e à família Mattos Graça (senhores da Casa do Bemfeito e, eles igualmente, descendentes da Casa de Paços).
Nesta casa nasceram e fizeram avultadas obras o Dr. D. Frei João Baptista da Sylva (1679-1765), frade beneditino, que foi Geral da Ordem e, por duas vezes, Abade Geral de Tibães, e o Dr. Teotónio José da Fonseca (1875-1937), autor de Barcelos Aquém e Além-Cávado e de diversas outras obras, nomeadamente monografias e livros de genealogia, e membro da Associação dos Arqueólogos Portugueses.

Casa do Capitão-Mor


Na freguesia de Mazedo, concelho de Monção, a mais remota referência ao morgadio da Boavista, remonta ao século XIV, sendo então o seu proprietário Affonso de Novaes...

close
Na freguesia de Mazedo, concelho de Monção, a mais remota referência ao morgadio da Boavista, remonta ao século XIV, sendo então o seu proprietário Affonso de Novaes, cavaleiro do rei D. Afonso III. O fato de que, em 1640, a propriedade era pertença de Francisco Soares de Castro, Capitão-Mor de Monção, explica o nome do de Casa do Capitão-Mor, pelo qual se tornaria conhecida até hoje. A casa passou por compra para João Evangelista de Sá (sendo, por isso, também conhecida como Quinta do Sá) que a deixou ao seu filho Armando de Sá. Não tendo descendência a casa passou para família de sua mulher (Viscondes da Barrosa) que a deixou ao seu sobrinho José Teotónio Ribeiro Azevedo Teixeira da Fonseca, senhor da Casa de Paços.

Viticultura e
Vinicultura


A existência de vinhas na Casa de Paços - Quinta de Paços remonta ao século XVI
e ao longo do tempo foram sendo introduzidas...

close
A existência de vinhas na Casa de Paços - Quinta de Paços remonta ao século XVI e ao longo do tempo foram sendo introduzidas inovações significativas no seu cultivo, as quais asseguraram um importante progresso qualitativo, de que os prémios internacionais ganhos pelos seus vinhos (cf. a secção "Prémios") constituem prova relevante. No século XX a vinha principal primava por uma invulgar combinação de castas brancas – Alvarinho, Arinto, Loureiro e Fernão Pires – que dava origem a um vinho muito reputado na região.

Presentemente, na viticultura está implementado um sistema de produção integrada, com práticas correctas de protecção fitossanitária, sem utilização de pesticidas tóxicos.
A produção de vinhos é realizada em duas adegas situadas nas freguesias de Rio Covo Stª Eulália, concelho de Barcelos (Casa de Paços), e Mazedo, concelho de Monção (Casa do Capitão-Mor).

Solos


A composição do solo nestas propriedades varia desde a granítica calco-alcalina de textura porfiróide até ao xisto (em pequenas áreas).
De igual forma, os terrenos...

close
A composição do solo nestas propriedades varia desde a granítica calco-alcalina de textura porfiróide até ao xisto (em pequenas áreas). De igual forma, os terrenos beneficiam de diferentes tipos de exposição à luz solar, o que garante condições óptimas para a produção de vinhos de qualidade.

Na Casa do Capitão-Mor - Quinta da Boavista, em particular, o solo granítico calco-alcalino, à semelhança do das regiões francesas de Chateauneuf-du-Pape e de Graves, está coberto de calhau rolado, característica muito valorizada para a produção vinícola de superior qualidade.

Galeria


Contactos


Telemóvel: +351 961 450 809
Telefone: +351 253 897 109
Email: quintapacos@gmail.com

Links: Facebook | Wine-is

close

Nome

Insira um nome!

Email

Insira um email válido!

Assunto

Insira um assunto!

Mensagem/Comentário

Insira uma mensagem!

Obrigado! A sua mensagem foi enviada.
Desculpe, ocorreu um erro. Tente mais tarde!

Sede
R. José de Carvalho, 68
4150-439 Porto
Telemóvel: +351 961 450 809
Telefone: +351 253 897 109
Fax: +351 226 101 838
Email: quintapacos@gmail.com

Quinta de Paços
Rio Côvo Stª Eulália
Rua Dr. Teotónio da Fonseca, 171
4750-484 Barcelos
Ver no Google Maps

Quinta da Boavista
Mazedo
4950-277 Monção
Ver no Google Maps