Sobre


A família proprietária da Quinta de Paços possui uma tradição secular na produção de vinho desde o século XVI e durante dezasseis gerações. Em 1876 o vinho da Quinta foi premiado nos EUA, em Filadelfia. A adega situa-se ao lado das vinhas da Quinta de Paços, na freguesia de Rio Côvo, Sta Eulália, Portugal.

"De cor citrina, Muito frutado, macio, com boa fruta branca, elegante e fresco"
(Revista Escanção, Fev. 2016)

Enologia - Rui Walter Cunha, Eng.
Este Vinho Verde único é um "nouveau" engarrafado imediatamente após o fim da sua fermentação que foi interrompida a frio para manter o açúcar natural do mosto. O objetivo é preservar o mais puro dos aromas do Loureiro e o carácter mineral fruto do seu terroir com solo granítico. Foi engarrafado em 12 de Novembro de 2015, sendo o primeiro Vinho Verde a ser lançado no mercado. Este vinho foi desenvolvido por solicitação do importador japonês a Mercado Portugal Inc. Aromas e sabores: Floral (i.e. pétalas de rosa) e intenso mineral, vegetal e sabores de frutas frescas (maçã, melão e frutas tropicais). Consumir com peixes, frutos do mar, Sushi, Sashimi. As uvas são desengaçadas e parte delas é submetida a maceração pelicular, enquanto a outra parte é imediatamente pressionada, ambas com controlo de temperatura. Sem adição de gás artificial.

Viticultura - Luís Cardoso Meneses, Eng.
Este vinho de casta Loureiro, é proveninente das vinhas da Quinta de Paços. O solo é granítico de grão médio, rico em quartzo com uma altitude média de 70 metros, em um sucalco virado para sul. A vinha tem 3 ha e foi plantada em cordão simples ascendente a 1 m de altura do solo. A produção das uvas é realizada respeitando o meio ambiente, "Produção Integrada" (práticas amigas do ambiente da EU).

Características Físico-químicas
Álcool: 11,8%;
Acidez total: 5,6 g/l;
Açúcares redutores: 14,7 g/l;
pH: 3,33



Medalha de Prata

Colheita 2015
Concours Mondial des Vins Féminalise